Cooperação

Promoção do GBIF nos Países Africanos de Língua Portuguesa através de documentação e seminários

O projeto tem como um dos objetivos assegurar que existe, em português, um conjunto fundamental de documentos de apoio ao estabelecimento de um nó do GBIF e à mobilização de dados de biodiversidade. Outro objetivo é promover a divulgação do GBIF junto dos países africanos de línguia portuguesa, em particular em Angola, Guiné-Bissau e Moçambique, de modo a facilitar a adesão das comunidades destes países ao GBIF, e a capacitação no uso e mobilização de dados de biodiversidade

 

Notícias sobre o projecto:

Primeira reunião do projeto CoopBioPlat realizada em Buenos Aires

CoopBioPlat - Reunião em Buenos Aires

 

A primeira reunião do projeto ERA-Net LAC PCA CoopBioPlat realizou-se em Buenos Aires, entre 9 e 11 de junho deste ano. Esta reunião serviu para escrever o primeiro rascunho do Memorando de Entendimento (MdE) a acordar entre os países parceiros do projeto, e que se destina a estabelecer um acordo institucional para a cooperação sobre portais de dados de biodiversidade (ao nível nacional e baseado no portal Atlas of Living Australia, ALA). A reunião foi acolhida pelo Ministério Argentino da Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva.

Formação em Luanda de Specify 6

 
Realizou-se entre 18 e 27 de Março de 2014 a segunda formação de Specify 6 em Angola, desta vez em Luanda. A formação ocorreu no Hernário da Universidade Agostinho Neto, e foi organizada em conjunto pelo Centro de Botânica daquela univeridade e pelo ĨICT. O curso incluiu ainda um módulo de georreferenciação de colecções biológicas. Neste curso participaram 11 alunos da Universidade e do Ministério do Ambiente.
 

Páginas

Subscribe to RSS - Cooperação

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).