Como partilhar dados

A infraestrutura do GBIF garante que os seus dados sejam disponibilizados a nível global de forma livre e gratuita. A rede é baseada num sistema distribuido, no qual os provedores de dados são peças chave. Os Nós nacionais promovem a adesão das instituições a nível nacional, fornecendo também a infraestrutura que hospeda os dados partilhados por instituições que não venham a implementar os seus próprios servidores.

Há duas opções na criação de um provedor de dados:

i) a instituição hospeda os dados no seu próprio serviço de dados

As instituições que possuam uma infraestrutura e rede informática estável podem instalar o software Integrated Publishing Toolkit (IPT), e registar-se no GBIF como provedores de dados. É necessária a concordância com o Acordo de partilha de dados, e o uso de uma das ferramentas para fornecimento de dados: Integrated Publishing Toolkit; disponibilização de dados no formato DarwinCore Archive; utilizar ferramentas externas como TAPIR, BioCASE.

ii) fornecer dados através da insfraestrutura do Nó Nacional

O Nó Português manterá um serviço de dados baseado em IPT (http://ipt.gbif.pt). Este serviço pode ser utilizado pelas instituições para hospedar e disponibilizar os dados. No mesmo, é garantida a identificação e gestão individual de cada base de dados, pelo seu responsável designado pela instituição, sendo a gestão feita através do portal web IPT.

 

Menu_section_part: 

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).