Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa publica a Coleção Entomológica através do GBIF

 

O Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC) da Universidade de Lisboa,  acaba de publicar a sua Coleção Entomológica com 30535 registos, num total de 64000 espécimes no portal do GBIF. Os dados estão disponíveis através do serviço IPT do MUHNAC e no portal internacional do GBIF

A coleção entomológica do MUHNAC iniciou a sua recuperação, após o incêndio no início dos anos 80, inicialmente com base em missões de colheita do museu, doações de outras instituições e de coletores privados. A maior contribuição veio da doação da coleção da família Mendonça, com cerca de 14000 registos, que permitiu um aumento significativo da representatividade da entomofauna portuguesa. De 1997 a 2003, existiram várias campanhas levadas a cabo pelo museu no território português para aumentar esta coleção e a sua representatividade (cerca de 11000 registos). 

Esta coleção está em constante crescimento, com um aumento de cerca de 6% em 2013, existindo ainda numerosos espécimes em processo de preparação e de catalogação. Nos últimos anos procedeu-se à digitalização do catálogo da colecção e mais recentemente à sua revisão, enriquecimento e validação de dados. Cerca de 90% dos registos (os mais de 30000 que compõe o conjunto de dados publicado) foram já validados, dos quais cerca de 8000 estão georreferenciados.

O MUHNAC foi a primeira instituição portuguesa a publicar dados de biodiversidade através do GBIF, utilizando o seu próprio serviço de dados. Em 2007 publicou duas bases de dados das colecções de herbário de briófitos e líquenes, tendo participado também no projecto de mentorado GBIF Espanha - Portugal, para a implementação do Nó Português do GBIF.

Portugal é membro do GBIF desde a sua criação em 2001, cujo objectivo é permitir o acesso livre e gratuito, através da Internet, de dados de biodiversidade. Actualmente através do GBIF estão publicados mais de 750 mil registos para Portugal, cujos dados são provenientes de instituições nacionais e estrangeiras. Por sua vez, as instituições nacionais publicam dados de biodiversidade para um total de 65 países, num total de 86745 registos, com particular relevo para os países da CPLP. A participação de Portugal no GBIF faz-se através do Nó Português, que está baseado no Instituto de Investigação Científica Tropical com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Article Type: 

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).