O Museu Nacional de História Natural e da Ciência publica Checklist dos Briófitos de Portugal através do GBIF

O Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC) da Universidade de Lisboa,  acaba de publicar a Checklist dos Briófitos de Portugal com 704 registos, num total de 704 taxa no portal do GBIF. Os dados estão disponíveis através do serviço IPT do MUHNAC e no portal internacional do GBIF. 

Esta checklist cobre a totalidade da brioflora de Portugal Continental  e foi incluida  no Livro Atlas e Livro Vermelho dos Briófitos Ameaçados de Portugal de Sérgio C, Garcia CA, Sim-Sim M, Vieira C, Hespanhol H, Stow S. recentemente editado pelo Museu Nacional de História Natural e da Ciência. 

A brioflora portuguesa compreende cerca de 40% das espécies europeias e quase 65% de todos os briofitos ibéricos sendo estes organismos indicados como um dos grupos de plantas mais antigo, com grande importância ecológica, fundamentais para a manutenção da biodiversidade dos ecossistemas. São também importantes bioindicadores da qualidade ambiental. A presente publicação foi desenvolvida com suporte no conhecimento da brioflora do país desde as primeiras colheitas no século XIX até aos estudos mais recentes, adotando critérios e categorias propostas pela IUCN. 

O projecto para a preparação do livro vermelho que inclui esta checklist foi desenvolvido no MUHNAC com o apoio do Fundo EDP Biodiversidade 2008. Coincidindo com a publicação da Checklist da Flora de Portugal (Continental, Açores e Madeira), editada pela associação ALFA, é assim dado um passo importante na disponibilização, através do GBIF, de conjuntos de dados de referência (ficheiros autoritários -authority files) importantes para a verificação de qualidade de dados publicados através do GBIF.

 

 

Article Type: 

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).