O Instituto de Investigação Cientifica Tropical publicou a Compilação bibliográfica dos mamíferos de Angola através do GBIF

Foi publicada pelo Instituto de Investigação Cientifica Tropical (IICT) a Compilação bibliográfica dos mamíferos de Angola, num total de 9879 registos, através do portal do GBIF.  Os dados estão disponíveis através do serviço IPT do IICT e no portal internacional do GBIF

Esta compilação de dados baseados em registos bibliográficos foi preparada a partir dos trabalhos de Crawford-Cabral e colegas em 4 publicações (Crawford-Cabral 1998, Crawford-Cabral e Simões 1987, 1988 e Crawford-Cabral e Veríssimo 2005) do IICT.  João Crawford-Cabral foi colaborador do IICT durante vários anos. A compilação é constituida por cerca de 10.000 registos de 140 espécies e subespécies de carnívoros, ungulados e roedores de Angola. Todos os registos estão georrerenciados sobre uma grelha geográfica com 15 minutos de lado (aproximadamente 25 km).

Este conjunto de dados é considerado histórico e tem um enorme valor por ser datado do século XX (a partir de 1930-1980). A nomenclatura taxonómica é a usada por Crawford-Cabral e segue as linhas gerais da segunda edição do livro Mammal Species of the World Wilson & Reeder’s (1993). 

A participação de Portugal no GBIF faz-se através do Nó Português, que está baseado no Instituto de Investigação Científica Tropical com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Portugal é membro do GBIF desde a sua criação em 2001, cujo objetivo é permitir o acesso livre e gratuito, através da Internet, de dados de biodiversidade. Actualmente através do GBIF estão publicados mais de 780 mil registos para Portugal.  Por sua vez, as instituições nacionais publicam dados de biodiversidade para um total de 65 países, num total de 86745 registos, com particular relevo para os países da CPLP.