Checklist de organismos terrestres do Arquipélago da Madeira (incluindo Selvagens) publicada pela Universidade dos Açores

Uma nova checklist foi publicada recentemente pela Universidade dos Açores através do GBIF, para o Arquipélago da Madeira, incluindo Selvagens. A publicação do inventário regional de espécies intitulado "A list of the terrestrial fungi, flora and fauna of Madeira and Selvagens archipelagos", vem na sequência de outra checklist recentemente publicada por aquela instituição, dedicada aos Açores. A checklist da Madeira e Selvagens, disponíveis digitalmente em formato Darwin Core, inclui informação para um total de 7 571 taxa (7 452 espécies e 421 subespécies) terrestres.

A checklist, que foi originalmente editada em livro em 2008 (Borges et al., 2008), contou com a colaboração de cerca de 90 taxonomistas, estando baseada em informação bibliográfica publicada, e em registos não publicados, mas verificados pelos autores. A checklist fornece informação sobre a distribuição ao nível da ilha, sempre que possível. O conjunto de dados está disponível no portal do GBIF, ou diretamente pela plataforma IPT alojada no Nó Português do GBIF.

A Universidade dos Açores, através do Grupo de Biodiversidade dos Açores (GBA-cE3c), está a colaborar com o Nó Português do GBIF para publicação, a breve prazo, dos dados de ocorrência associados ao Portal de Biodiversidade dos Açores.

 

Referência:

Borges, P.A.V., Abreu, C., Aguiar, A.M.F., Carvalho, P., Jardim, R., Melo, I., Oliveira, P., Sérgio, C., Serrano, A.R.M. & Vieira, P. (eds.) (2008). A list of the terrestrial fungi, flora and fauna of Madeira and Selvagens archipelagos. Direcção Regional do Ambiente da Madeira and Universidade dos Açores, Funchal and Angra do Heroísmo, 440 pp. ISBN: 978-989-95790-0-2

Article Type: 

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).