Novas publicações de dados de biodiversidade por instituições nacionais

Novas publciações de dados por POrtugal

Nos últimos dois meses verificou-se a publicação ou atualização de três conjuntos de registos por instituições nacionais, cujos dados estão já disponíveis através do GBIF.

Desde o mês de abril deste ano que a Colecção de Anfíbios do MNHNC da Universidade de Lisboa está publicada, correspondendo a 993 registos para um total de cerca de 3500 espécimes, maioritariamente de Portugal, mas incluindo registos originários de um total de 15 países, incluindo São Tomé e Príncipe, Estados Unidos, Argentina, Espanha, Moçambique e Itália, entre outros. A grande maioria dos exemplares encontra-se determinada ao nível da espécie.

Em junho, foi a vez do Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra realizar uma atualização do conjunto de dados de observação de plantas invasoras em Portugal, baseado no portal de ciência cidadã invasoras.pt. Com esta atualização, o número de registos duplicou neste conjunto de dados, inicialmente publicado em 2015 com cerca de 4000 registos, atinge agora cerca de 9500 dados, quase todos georreferenciados. Este conjunto de dados refere-se cerca de 40 espécies de plantas invasoras em Portugal e nas ilhas dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.

Desde quarta-feira desta semana, foi publicado o conjunto de dados Dados de ocorrência de espécies da flora da Guiné-Bissau, com registos de plantas da Guiné-Bissau, baseado em levantamentos realizados no âmbito de um projeto de doutoramento sobre a flora daquele país. Este é o primeiro conjunto de dados publicado pelo Ce3C - Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais, que é a mais recente instituição registada como publicadora de dados nacional. O conjunto de dados inclui 4059 registos, dos quais 3993 são georreferenciados, e que correspondem a mais de 600 espécies de plantas registadas no país. Os dados têm uma cobertura geográfica alargada no país, correspondendo a um total de 232 localizações diferentes distribuidas por todos os sectores do território.

As dez instituições portuguesas publicadoras de dados através do GBIF, publicam actualmente cerca mais de 430 mil registos através de 16 conjuntos de dados, dos quais 325 mil para o território nacional, e os restantes para um total de 93 países ou territórios. Os primeiros países desta lista, em número de registos, são os países africanos de língua portuguesa como Angola (62298), Moçambique (24347), Guiné-Bissau (8488), Cabo Verde (3468) e São Tomé e Príncipe (2371). Só depois aparecem países de outro continente, como os Estados Unidos (315) e a China (311). Por outro lado, o total de registos atualmente publicados através do GBIF para o território portuguẽs é de mais de 1,5 milhões de registos, contando para isso os cerca de 1,1 milhões de registos publicados por 35 países. Estes números são, no entanto, passíveis de ficarem desatualizados rapidamente, à medida que o número de instituições e publicações de dados através do GBIF aumenta.

Article Type: 

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).