Seminário em Bissau dedicado à informação sobre a biodiversidade apresenta o GBIF às insituições e organizações da Guiné-Bissau

Seminário sobre o GBIF no IBAP, Bissau

A informação sobre a biodiversidade e o papel do Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade (GBIF) foi o tema principal de um seminário realizado no Instituto da Biodiversidade e Áreas Protegidas em Bissau, no passado dia 14 de julho. O seminário foi co-organizado pelo IBAP e pelo Nó Português do GBIF. Neste seminário, foram também apresentadas as actividades do IBAP dedicadas à gestão de informação sobre biodiversidade das áreas protegidas em bases de dados e em sistemas de informação geográfica. O seminário contou com a presença de trinta participantes representando dezasseis instituições ou organizações da administração pública, institutos e ONG.

Nas palavras de acolhimento do seminário, o Director Geral do IBAP referiu a importância da existência de informação disponível sobre biodiversidade para uma melhor resposta das instituições e dos países às suas obrigações, na gestão dos recursos naturais.

Para além da apresentação dos objetivos do GBIF, a sua organização e modo de participação dos países e organizações, o seminário serviu para demonstrar o acesso ao portal de dados, com particular atenção aos dados do país, a pesquisa de informação e sua utilização, e outros recursos disponíveis como manuais ou ferramentas, algumas delas já disponíveis em Português. Nas apresentações sobre os sistemas de informação do IBAP, Eliseu Benante apresentou primeiro o Sistema de Informação Geográfica implementado, que dá apoio à gestão das áreas protegidas da Guiné-Bissau. De seguida, Aissa Regalla apresentou a Criação do Sistema de Seguimento do Sistema Nacional das Áreas Protegidas, que apresenta os fluxos de informação entre as diversas componentes para a gestão da informação, desde a sua recolha até ao armazenamento de utilização. Espera-se que este sistema possa ser implementado em breve pelo IBAP.

O seminário proporcionou a primeira oportunidade para o conhecimento do GBIF pela comunidade guineense, sendo uma primeira oportunidade para analisar as vantagens de uma  possível participação futura da Guiné-Bissau no GBIF.

Este foi o terceiro seminário co-organizado pelo Nó Portuguẽs o GBIF em colaboração com instituições dos países PALOP, no âmbito do projeto GBIF CESP 2015 GBIF_PALOP. A agenda e apresentações no seminário pelo GBIF Portugal estão disponíveis abaixo.

Article Type: 
section_art1: 
section_art2: 

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).