Lançado o novo portal de dados de biodiversidade de Portugal

Portal de dados de biodiversidade de Portugal

 

O Nó Português do GBIF tem o prazer de anunciar o início de funcionamento do Portal de Dados de Biodiversidade de Portugal, disponível a partir de hoje no endereço dados.gbif.pt. Este portal dá acesso à informação sobre biodiversidade das 10 instituições nacionais que publicam dados de ocorrência através do GBIF, e dados publicados por instituições estrangeiras para Portugal. No total, são mais de 1,6 milhões de dados de ocorrência disponíveis para consulta.

Os dados agora disponíveis neste sítio são inicialmente publicados através do portal internacional do GBIF, GBIF.org, sendo que a plataforma nacional oferece muito mais opções de visualização e análise de informação, para além de uma interface mais amigável para o utilizador. Uma vez que está implementado a nível nacional, o portal oferece funcionalidades que não seriam viáveis num portal global, tais como a disponibilização detalhada dos dados para cada registo, acessível quer a partir de listas ou de mapas, a pesquisa espacial com criação de relatórios de espécies para as áreas selecionadas, a pesquisa de registos por local, a pesquisa por listas de espécies, entre outros. É possível também a consulta de informação sobre as instituições publicadoras de dados através do GBIF, assim como os metadados das coleções ou bases de dados de registos de biodiversidade. Com este portal, é agora mais fácil aos utilizadores identificar a informação relevante para a realização dos seus estudos ou análise, sem que seja necessário descarregar os dados e analisá-los localmente.

A tecnologia utilizada neste portal está baseado na plataforma informática Atlas of Living Austrália, que foi desenvolvida pelo Nó Australiano do GBIF, tendo sido já adaptada para portais nacionais de outros países como Espanha, França, Brasil, Escócia e Reino Unido. O esforço de adaptação do software para os diferentes contextos nacionais tem sido realizado por uma comunidade de programadores dos países envolvidos, associados aos respetivos nos nacionais com o apoio do Secretariado Internacional do GBIF e, naturalmente do Atlas of Living Australia.

A plataforma, desenvolvida em software de código aberto (open-source), foi implementada utilizando o serviço de cloud computing da Infraestrutura Nacional de Computação Distribuída - INCD, no âmbito da cooperação entre esta infraestrutura de investigação nacional e o PORBIOTA - E-Infraestrutura Portuguesa de Informação e Investigação em Biodiversidade, do qual o Nó Português do GBIF é membro integrante. O INCD e o PORBIOTA fazem parte do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação, promovido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.

O GBIF é uma organização intergovernamental que tem por objetivo facilitar a partilha e acesso, de forma livre e gratuita, de dados de biodiversidade. Ao nível nacional, compete ao Nó Português do GBIF, acolhido no Instituto Superior de Agronomia, promover a participação nacional, quer através da partilha de informação sobre biodiversidade, quer através do uso para a realização de estudos científicos, gestão de recursos naturais ou preparação de políticas. Atualmente são já 14 instituições portuguesas registadas no GBIF enquanto publicadoras de dados, sendo que dez destas partilham actualmente cerca mais de 430 mil registos através de 16 conjuntos de dados, dos quais 325 mil para o território nacional, e os restantes para um total de 93 países ou territórios.

Article Type: 

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).