Curso de gestão de coleções biológicas utilizando Specify 6

Curso de formação Specify 6

Objetivo do curso
Data
Local
Descrição
Requisitos
Inscrição
Critérios de selecção dos alunos
Informações
Programa
Apresentações
Máquina Virtual
Lista de participantes

Participantes no curso

Participantes no curso de formação. Para descarregar a imagem na resolução original, clique aqui

Objetivo do curso

O principal objetivo do curso é proporcionar aos participantes as conhecimentos e prática necessária para o uso do sistema de gestão de coleções biológicas Specify 6.

Data

7-9 de Fevereiro de 2018

Local

Instituto Superior de Agronomia, Lisboa

Descrição

O curso é dirigido a investigadores, curadores ou técnicos envolvidos na catalogação, gestão e utilização de coleções biológicas e de história natural, que usem ou pretendam utilizar o sistema Specify, versão 6. Serve também para uma atualização pelos eventuais participantes que, tendo já recebido formação, pretendam renovar os conhecimentos. O Specify é um sistema desenvolvido pelo Biodiversity Informatics Group do Museu de História Natural da Universidade do Kansas, com 30 anos de existência e atualmente utilizado por mais de 500 coleções em 38 países. Em Portugal, o sistema é usado por 7 instituições para a gestão de 13 coleções de herbário, de aves, de mamíferos, entomológicas, crustáceos invertebrados marinhos e paleontológicas. Este curso oferece a oportunidade de capacitação dos parceiros da Infraestrutura de Investigação PORBIOTA para o arranque ou avanço da catalogação das coleções biológicas das suas instituições.

O curso tem uma estrutura teórico-prática que cobrirá os seguintes tópicos:

  • Catalogação de espécimes

  • Edição e pesquisa de registos

  • Controlo de qualidade e limpeza dos dados

  • Georreferenciação

  • Gestão de empréstimos, trocas e ofertas

  • Impressão de relatórios e etiquetas

  • Importação e exportação de dados, incluindo exportação para o GBIF

Requisitos

Não são necessários requisitos particulares para a participação no curso, para além de prática fluente de utilização de computadores e software na ótica do utilizador. A experiência anterior na preparação, manutenção, gestão e curadoria de coleções biológicas favorece um melhor aproveitamento do curso, mas estes não são requisitos.

Inscrição

Pode efetuar a sua inscrição até 23 de Janeiro de 2018. Use para o efeito o formulário de inscrição. Para além dos seus dados, deverá informar sobre quais as motivações para participar no curso, e um pequeno resumo sobre a atividade anterior relacionada com gestão de coleções biológicas. Estes elementos ajudarão a adequar o conteúdo do curso às suas necessidades.
A lista de alunos selecionada será publicada nesta página no dia 26 de Janeiro de 2018.

Critérios de selecção dos alunos

Existem vagas para 20 participantes. Devido ao número limitado de lugares, poderá ser necessário realizar a seleção das candidaturas, segundo os seguintes critérios:

  • Avaliação da motivação e experiência anterior;

  • Número de candidaturas originárias da mesma instituição ou organização;

  • Ordem de inscrição.

Informações

Data: 7 a 9 de Fevereiro de 2018
Local: Instituto Superior de Agronomia, Pavilhão Anexo, sala P12
Como chegar: Tapada da Ajuda, Lisboa. Ver informações em http://www.gbif.pt/node/390
Organização: Nó Português do GBIF, Instituto Superior de Agronomia
Formador: Rui Figueira
Língua do curso: Português
Nº máximo de participantes: 20
Total de horas de formação: 19,5h
Data limite para candidatura: 23 de Janeiro de 2018
Preço de inscrição: gratuito
Contacto: node@gbif.pt
Inscrição: através do seguinte formulário

Programa

(descarregar programa em pdf)




Hora

Sessão

Formato

Dia 1, Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2018

9:00

Boas-vindas, Introdução, Horário do Curso

Apresentação

9:30

Introdução ao Specify – componentes: Specify 6, 7, catálogo web, gestor de anexos

Apresentação

10:00

Introdução ao Specify – Generalidades e Conceitos Chave

Apresentação

10:30

Interface do programa, formulários e navegação

Apresentação

11:00

Intervalo

11:30

Inserção e edição de dados – Parte 1

Apresentação/Exercícios

12:00

Inserção e edição de dados – Parte 2

Apresentação/Exercícios

12:30

Almoço

14:00

Inserção e uso de dados estruturados em árvore

Apresentação/Exercícios

14:30

Uso avançado na inserção e edição de dados – Parte 1: Dados Geográficos

Apresentação/Exercícios

15:00

Uso avançado na inserção e edição de dados – Parte 1: Dados Taxonómicos

Apresentação/Exercícios

16:00

Intervalo

 

16:30

Obter Dados – Parte 1: Pesquisa simples

Apresentação/Exercícios

17:00

Perguntas e respostas, revisão do dia 1

Discussão

18:00

Final dia 1

 

Dia 2, Quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2018

9:00

Revisão do dia 1: Procedimentos e Conceitos Básicos

Apresentação

9:30

Obter Dados – Parte 2: Pesquisa estruturada

 

10:00

Configurações e segurança em Specify

 

10:30

Intervalo

 

11:00

Análise dos formulários de Specify

Exercícios

12:00

Listas e Vocabulários Controlados em Specify

Apresentação/Exercícios

12:30

Almoço

14:00

Criação de uma coleção

Apresentação/Exercícios

14:15

WorkBench -- Parte 1: Importar e editar Dados

Apresentação/Exercícios

14:45

WorkBench -- Parte 2: Mapear Dados entre Workbench e Specify

Apresentação/Exercícios

15:30

Interações (Empréstimos/Ofertas/Pedidos de empréstimo)

Apresentação

16:00

Intervalo

16:30

Impressão de etiquetas e relatórios em Specify

Apresentação

17:00

Exportação de dados, incluindo para o GBIF

Apresentação

17:30

Perguntas e respostas, revisão do dia 2

Discussão

18:00

Final dia 2

 

Dia 3, Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2018

9:00

Revisão do dia 2: Edição e importação de dados

Apresentação

9:30

Qualidade de Dados na Catalogação de Coleções Biológicas

Apresentação/Discussão

10:00

Georreferenciação de coleções

Apresentação

10:30

Intervalo

11:00

Georreferenciação de coleções com Specify

Apresentação

11:45

Georreferenciação de coleções com Specify – Prática

Exercícios

12:30

Almoço

14:00

Instalação do Specify – sistema e requisitos

Apresentação

14:45

Configuração do Specify – criação de base de dados

Apresentação

15:30

Revisão sobre os projetos globais de informação sobre Biodiversidade

Apresentação

16:00

Intervalo

16:30

Perguntas e respostas, revisão do dia 3

Discussão

17:00

Perspetivas futuras e Encerramento

Discussão

18:00

Final do curso

 

Apresentações

Apresentação
Introdução
Estrutura e terminologia em Specify 6
Qualidade e limpeza de dados
Controlo de qualidade de dados geográficos

Máquina Virtual

As bases de dados de demonstração utilizadas no curso estão incluidas na máquina virtual disponivel em Specify 6 Appliance Download and Installation, onde existem instruções para a sua instalação.

Lista de Participantes

ID Nome Completo Organização País
1 Amélia Maria Viegas Palma Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária Portugal
2 Ana Carla Matos Silva Instituto Superior de Agronomia Portugal
3 Ana Cristina Tauleigne Chagas Gomes Museu Nacional de História Natural e da Ciência Portugal
4 Ana Raquel Cunha Instituto Superior de Agronomia Portugal
5 Carla Pinto Cruz Universidade de Évora Portugal
6 Elsa Maria Borges da Silva Instituto Superior de Agronomia Portugal
7 Elsa Maria Nogueira P. Ganhão Universidade de Évora Portugal
8 Fernanda Lages ISCED-Huíla Angola
9 Humberto Gil Moreira de Nóbrega Banco de Germoplasma ISOPlexis, Universidade da Madeira Portugal
10 Ivone Patrícia de Oliveira Martins IPVC / CIBIO-InBIO Portugal
11 José Gregório Rodrigues de Freitas Banco de Germoplasma ISOPlexis, Universidade da Madeira Portugal
12 Luis Daniel Moreira da Costa Museu Nacional de História Natural e da Ciência Portugal
13 Manuel Gomes Silva Micoteca da Universidade do Minho (MUM) Portugal
14 Maria Helena Neves Machado Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária Portugal
15 Maria João Hortas Barrento Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária Portugal
16 Maria Judite Alves Museu Nacional de História Natural e da Ciência Portugal
17 Maria Manuela Antunes Marques David Universidade do Algarve Portugal
18 Mariana Pucarinho Fernandes Universidade de Évora Portugal
19 Palmira da Graça Gonçalves de Carvalho Museu Nacional de História Natural e da Ciência Portugal
20 Pedro Manuel Vieira Talhinhas Instituto Superior de Agronomia Portugal
21 Pedro Miguel Ramos Arsénio Instituto Superior de Agronomia Portugal
22 Teresa Cabral C. C. Neves Oikos - Cooperação e Desenvolvimento Portugal
23 Teresa Margarida da Silva Nascimento Instituto Superior de Agronomia Portugal

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).