Toutinegra-de-barrete-preto (Sylvia atricapilla) & Mélia (Melia azedarach) by César Gárcia
Questionário formação
Relatório Anual 2017
Portuguese version of GBIF.org interface
Portal de dados de biodiversidade de Portugal
1
2
3
4
5
6

Missão do GBIF

Global Biodiversity Information Facility
O Sistema Global de Informação sobre a Biodiversidade (GBIF) é uma organização intergovernamental criada em 2001 para facilitar a partilha e acesso, de forma livre e gratuita, de dados de biodiversidade.
Instituto Superior de Agronomia
O ISA acolhe o Nó Português do GBIF
com o apoio da:
Fundação para a Ciência e a Tecnologia

 

IMAR publica mais de 300 mil ocorrências de espécies levando o portal de dados português do GBIF a ultrapassar os 6 milhões de registos

Golfinho

O Instituto do Mar, Centro do Mar e Ambiente (IMAR), da Universidade de Coimbra, desenvolve investigação no domínio das Ciências do Mar e do Ambiente, voltada às zonas costeiras e bacias hidrográficas. Estão registados no GBIF desde 2017, e recebem o aval de publicação da OBIS, que é um centro de informações global e de acesso aberto sobre biodiversidade marinha, para ciência, conservação e desenvolvimento sustentável.

Aberta a convocatória para nomeações para o Prémio GBIF Jovens Investigadores 2019

Toutinegra-de-barrete-preto by César Garcia

Está aberta a convocatória para candidaturas ao Prémio Jovens Investigadores 2019. Este concurso anual procura fomentar a investigação e inovação no domínio da informática para a biodiversidade para alunos a desenvolver estudos de graduação ao nível do mestrado ou doutoramento que se baseiem em dados publicados através do GBIF.

MOBILISE: Candidaturas abertas para curso de formação: Desafios de Digitalização e Gestão de Dados em Pequenas Coleções

Está aberta para candidaturas o primeiro curso de formação do Cost action MOBILIZE, organizada sob o WG6 “EDUCAÇÃO E TREINAMENTO, DISSEMINAÇÃO E DIVULGAÇÃO”. O curso de formação será focado na digitalização e na gestão de coleções biológicas e geológicas e no desenvolvimento de estratégias e planos de digitalização. Os tópicos específicos que serão abordados durante a formação através de exercícios práticos são, entre outros, a qualidade dos dados, a limpeza dos dados e a origem dos dados.

Chamada para candidaturas a bolsas para Missões Científicas de Curta Duração (STSM – Short Term Scientific Missions)

A ação COST MOBILISE:  Mobilising Data, Policies and Experts in Scientific Collections tem como objetivo a constituição de uma rede cooperativa e inclusiva, com o envolvimento ativo dos vários stakeholders europeus, para apoiar a investigação em informática da geo e biodiversidade. A ação MOBILISE visa facilitar a transferência de conhecimento e tecnologia entre stakeholders, fazendo a ponte entre a investigação em biodiversidade e geociências e as melhores práticas da tecnologia de informação.

Questionário GBIF Portugal: Qual curso de formação gostaria de fazer em 2019?

Questionário formação

O GBIF Portugal está a planear para o ano de 2019, uma série de cursos de formação, com o intuito de promover a aprendizagem sobre a partilha e a mobilização de dados de biodiversidade através do GBIF, a gestão dos dados através de ferramentas existentes, incluindo componentes de qualidade de dados e de georreferenciação. Para nós, é fundamental saber a opinião de todos, de modo a identificar as prioridades de formação.

GBIF Portugal participa na acção COST MOBILISE

O GBIF Portugal está associado à acção COST MOBILISE: Mobilização de dados, Políticas e Especialistas em coleções científicas, que tem o objectivo de promover uma rede cooperativa na Europa para apoiar atividades de investigação e facilitar o conhecimento e a transferência de tecnologia em torno das coleções de ciências naturais. Esta acção COST tem a participação de 28 parceiros europeus, incluindo Portugal.

O COST MOBILISE irá:

Açores é das regiões do mundo com maior quantidade de dados de biodiversidade disponível em acesso aberto através do GBIF

PBA_home

Publicação através do GBIF de 2,4 milhões de registos de biodiversidade pelo Portal de Biodiversidade dos Açores faz daquela região uma das áreas com maior densidade de dados disponíveis a nível global.

Vencedora do prémio Jovens Investigadores de 2018 é portuguesa e investiga o impacto das alterações climáticas na distribuição de macroalgas, ao longo da costa Atlântica da Península Ibérica

Raquel Gaião Silva, 2018 GBIF Young Researchers Award

Raquel Gaião Silva é aluna de mestrado em biodiversidade e conservação marinha da Universidade do Algarve, e uma das duas vencedoras do prémio GBIF Jovens Investigadores (2018), destacando-se por ser a primeira vencedora portuguesa deste prémio.

Páginas

Subscribe to gbif.pt RSS

Créditos de imagens. Excepto quando declarado, os conteúdos deste sítio são licenciados através de Creative Commons Attribution CC BY Licence .
A utilização de conteúdos GBIF está sujeito ao Acordo de Utilização de Dados GBIF, e à Política de Privacidade.
O Nó Português do GBIF é acolhido pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA),
com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).