Novas funcionalidades do Portal do GBIF

 
Com a nova versão do portal do GBIF os registos de ocorrência apresentam agora informações mais ricas e detalhadas. Os utilizadores do portal podem agora aceder a muitos mais campos de informação nas páginas detalhadas de cada registo de ocorrência. Isto foi possível graças às novas tecnologias recentemente adotadas pelo GBIF, permitindo o uso de vários servidores.
 
A versão anterior do portal exibia apenas cerca de 30 dos 150 termos padrão Darwin Core, agora os os utilizadores do portal podem aceder a outras informações disponibilizadas pelo editor. Estas informações incluem metodologia de amostragem, os nomes dos coletores e notas de campo. Como exemplo, um registo de ocorrência de Prumnopitys andina publicado pelo Royal Botanic Garden, em Edimburgo, fornece notas sobre o habitat em que a planta foi colhida no Chile. Um outro exemplo é um registo de um espécime de um líquen de um herbário do Kansas inclui nomes e informações sobre as condições do solo e outras informações sobre o local de colheita do espécime.
 
O download destas novas informações sobre as ocorrências contém toda a informação publicada sobre cada um dos registos.
 
Um dos pedidos dos utilizadores nestes últimos anos foi o de ser possível pesquisar ocorrências por status do Tipo. Tipos referem-se a exemplares físicos mantidos num museu ou herbário para o qual o nome desse organismo está formalmente associado. Esta informação é fundamental para os taxonomistas. Esta opção já está disponível na opção de “filtro” aquando de uma pesquisa de ocorrência, e permite consultas por registos designados como holótipo.
 
Este lançamento é o primeiro passo de um processo de duas fases para melhorar a informação disponibilizada através do portal GBIF. A próxima fase, nas próximas semanas irá permitir aos utilizadores visualizar imagens e aceder a áudio e arquivos de vídeo associados aos registos de ocorrência.